Documentação


Comprador Pessoa Física

 

  • Ficha Cadastral devidamente preenchida e assinada​
  • Cópia autenticada dos documentos pessoais (RG/CPF ou CNH – dentro do prazo de validade)
  • Certidão atualizada da Certidão de Nascimento ou Casamento​
  • Pacto Antenupcial Registrado​
  • Procuração e Substabelecimento​

 

Devedor Pessoa Física

 

  • Ficha Cadastral devidamente preenchida e assinada​
  • Cópia autenticada dos documentos pessoais (RG/CPF ou CNH – dentro do prazo de validade)
  • Certidão atualizada da Certidão de Nascimento ou Casamento​
  • Pacto Antenupcial Registrado​
  • Certidões de Distribuições Cíveis e de Executivos Fiscais da Justiça Comum​
  • Certidões de Distribuições Cíveis em Geral dos Juizados Especiais​
  • Certidão da Justiça Federal​
  • Certidão da Justiça do Trabalho​
  • Certidão Negativa de Débitos da Secretaria  da Fazenda Estadual​
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União​
  • Procuração e Substabelecimento​
  • Certidão da SERASA​

 

Comprador Pessoa Jurídica

 

  • Ficha Cadastral devidamente preenchida e assinada​
  • Cadastro de Pessoa Jurídica ( Cartão do CNPJ)​
  • Cópia autenticada do Contrato Social Constitutivo ou Consolidado, e posteriores Alterações Contratuais​
  • Certidão Simplificada da Junta Comercial ou do Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas​
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União​
  • Procuração e Substabelecimento​

 

Devedor Pessoa Jurídica

 

  • Ficha Cadastral devidamente preenchida e assinada​
  • Certidões de Distribuições Cíveis e de Executivos Fiscais da Justiça Comum​
  • Certidões de Distribuições Cíveis em Geral dos Juizados Especiais​
  • Certidão da Justiça Federal​
  • Certidão da Justiça do Trabalho​
  • Cadastro de Pessoa Jurídica ( Cartão do CNPJ)​
  • Certificado de Regularidade Fiscal do FGTS (CRF) da Caixa Econômica Federal​
  • Cópia autenticada do Contrato Social Constitutivo ou Consolidado, e posteriores Alterações
  • Contratuais​
  • Certidão Simplificada da Junta Comercial ou do Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas​
  • Certidão Negativa de Débitos da Secretaria  da Fazenda Estadual​
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União​Procuração e Substabelecimento
  • Certidão Negativa do Distribuidor Cível de Falência e Concordata​
  • Certidão da SERASA​

 

Vendedor Pessoa Física

 

  • Ficha Cadastral devidamente preenchida e assinada​
  • Cópia autenticada dos documentos pessoais (RG/CPF ou CNH – dentro do prazo de validade)
  • Certidão atualizada da Certidão de Nascimento ou Casamento​
  • Pacto Antenupcial Registrado​
  • Certidões de Distribuições Cíveis e de Executivos Fiscais da Justiça Comum​
  • Certidões de Distribuições Cíveis em Geral dos Juizados Especiais​
  • ​Certidão da Justiça Federal​
  • Certidão da Justiça do Trabalho​
  • Certidão Negativa de Débitos da Secretaria  da Fazenda Estadual​
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União​
  • Procuração e Substabelecimento​
  • Certidão da SERASA​

 

Vendedor Pessoa Jurídica

 

  • Ficha Cadastral devidamente preenchida e assinada​
  • Certidões de Distribuições Cíveis e de Executivos Fiscais da Justiça Comum​
  • Certidões de Distribuições Cíveis em Geral dos Juizados Especiais​
  • ​Certidão da Justiça Federal​
  • Certidão da Justiça do Trabalho​
  • Cadastro de Pessoa Jurídica ( Cartão do CNPJ)​
  • Certificado de Regularidade Fiscal do FGTS (CRF) da Caixa Econômica Federal​
  • Cópia autenticada do Contrato Social Constitutivo ou Consolidado, e posteriores Alterações Contratuais​
  • Certidão Simplificada da Junta Comercial ou do Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas​
  • Certidão Negativa de Débitos da Secretaria  da Fazenda Estadual​
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União​
  • Procuração e Substabelecimento​
  • Certidão Negativa do Distribuidor Cível de Falência e Concordata​
  • Certidão da SERASA​

 

Interveniente Anuente

 

  • Ficha Cadastral devidamente preenchida e assinada​
  • Cópia autenticada dos documentos pessoais (RG/CPF ou CNH – dentro do prazo de validade)
  • Certidão atualizada da Certidão de Nascimento ou Casamento​
  • Pacto Antenupcial Registrado​
  • Procuração e Substabelecimento​

 

Fiador

 

  • Ficha Cadastral devidamente preenchida e assinada​
  • Cópia autenticada dos documentos pessoais (RG/CPF ou CNH – dentro do prazo de validade)
  • Certidão atualizada da Certidão de Nascimento ou Casamento​
  • Pacto Antenupcial Registrado​

 

Empresa do Proprietário do Imóvel

 

  • Certidões de Distribuições Cíveis e de Executivos Fiscais da Justiça Comum​
  • Certidões de Distribuições Cíveis em Geral dos Juizados Especiais​
  • Certidão da Justiça Federal​
  • Certidão da Justiça do Trabalho​
  • Cadastro de Pessoa Jurídica ( Cartão do CNPJ)​
  • Certificado de Regularidade Fiscal do FGTS (CRF) da Caixa Econômica Federal​
  • Certidão Negativa de Débitos da Secretaria  da Fazenda Estadual​
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União​
  • Certidão Negativa do Distribuidor Cível de Falência e Concordata​

 

Proprietário Antecessor Pessoa Física

 

  • Certidões de Distribuições Cíveis e de Executivos Fiscais da Justiça Comum​
  • Certidões de Distribuições Cíveis em Geral dos Juizados Especiais​
  • Certidão da Justiça Federal​
  • ​Certidão da Justiça do Trabalho​
  • Certidão Negativa de Débitos da Secretaria  da Fazenda Estadual​
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União​

 

Proprietário Antecessor Pessoa Jurídica

 

  • Certidões de Distribuições Cíveis e de Executivos Fiscais da Justiça Comum​
  • Certidões de Distribuições Cíveis em Geral dos Juizados Especiais​
  • Certidão da Justiça Federal​
  • Certidão da Justiça do Trabalho​
  • ​Cadastro de Pessoa Jurídica ( Cartão do CNPJ)​
  • Certificado de Regularidade Fiscal do FGTS (CRF) da Caixa Econômica Federal​
  • Certidão Negativa de Débitos da Secretaria  da Fazenda Estadual​
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União​
  • Certidão Negativa do Distribuidor Cível de Falência e Concordata​
  • Empresa do Proprietário Antecessor do Imóvel
  • Certidões de Distribuições Cíveis e de Executivos Fiscais da Justiça Comum​
  • Certidões de Distribuições Cíveis em Geral dos Juizados Especiais​
  • Certidão da Justiça Federal​
  • Certidão da Justiça do Trabalho​
  • ​Cadastro de Pessoa Jurídica ( Cartão do CNPJ)​
  • Certificado de Regularidade Fiscal do FGTS (CRF) da Caixa Econômica Federal​
  • Certidão Negativa de Débitos da Secretaria  da Fazenda Estadual​
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União​
  • Certidão Negativa do Distribuidor Cível de Falência e Concordata​

 

Imóvel Urbano quando Construção ou Reforma

 

  • Cópia do “título aquisitivo” (Escritura, Formal de Partilha, Carta de Sentença, etc.) do proprietário do imóvel​
  • Matricula de Inteiro Teor, com  Certidão Negativa de Ônus e Alienações​
  • Certidão Negativa de Débitos da Prefeitura Municipal​
  • Cópia do carnê de IPTU do corrente ano​
  • Declaração de Quitação de Despesas Condominiais, assinada pelo Síndico do Prédio com firma reconhecida​
  • Ata da Eleição do Síndico, devidamente registrada no Cartório de Registro Público competente​
  • Apresentar os comprovantes de recolhimento do foro dos últimos 03 (três) anos, do Laudêmio, bem como a certidão expedida pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU)​
  • ART – Anotação de Responsabilidade Técnica – criada pela Lei 6.496/77​
  • Memorial Descritivo​
  • Alvará de Construção​
  • Cronograma físico-financeiro​
  • Planta Arquitetônica do Imóvel Aprovado pela Prefeitura Competente​

 

Imóvel Urbano

 

  • Cópia do “título aquisitivo” (Escritura, Formal de Partilha, Carta de Sentença, etc.) do proprietário do imóvel​
  • Matricula de Inteiro Teor, com  Certidão Negativa de Ônus e Alienações​
  • Certidão Negativa de Débitos da Prefeitura Municipal​
  • Cópia do carnê de IPTU do corrente ano​
  • Declaração de Quitação de Despesas Condominiais, assinada pelo Síndico do Prédio com firma reconhecida​
  • Ata da Eleição do Síndico, devidamente registrada no Cartório de Registro Público competente​
  • Apresentar os comprovantes de recolhimento do foro dos últimos 03 (três) anos, do Laudêmio, bem como a certidão expedida pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU)​

 

Imóvel Rural

 

  • Cópia do “título aquisitivo” (Escritura, Formal de Partilha, Carta de Sentença, etc.) do proprietário do imóvel​
  • Matricula de Inteiro Teor, com  Certidão Negativa de Ônus e Alienações​
  • Apresentar os comprovantes de recolhimento do foro dos últimos 03 (três) anos, do Laudêmio, bem como a certidão expedida pela Secretaria de Patrimônio da União (SPU)​
  • CCIR (Certificado de Cadastro de Imóvel Rural)​
  • Certidão de Regularidade Fiscal de imóvel Rural da Secret. da Receita Federal​
  • Certidão Negativa de Débitos do IBAMA​
  • Declaração do ITR (Imposto Territorial Rural) do último exercício. (DIAC e DIAT)​
  • Averbação “da Área de Reserva Legal”​
  • Averbação da Área de Georreferenciamento​
  • Averbação de Área de Preservação Permanente​

 

Interveniente Quitante ( IQ)

Procuração e Substabelecimento​

 

IMPORTANTE

Esta relação é disponibilizada para simples visualização da documentação usada nos processos de imóveis, podendo a qualquer momento ser solicitado pela Administradora documentação diversa da aqui relacionada, dependendo das condições do bem e das partes envolvidas no ato da análise documental.

 

DESPESAS DECORRENTES DA ASSINATURA DA ESCRITURA DE RESPONSABILIDADE DO CONSORCIADO

* Despesas com a elaboração da “Escritura Pública” ou do “Instrumento Particular (com caráter de Escritura Pública) de Compra e Venda e/ou Confissão de Dívida, com Pacto Adjeto de Alienação Fiduciária em Garantia” – com recursos próprios.

* Caso seja a Escritura formalizada por “Instrumento Público”, informar o Tabelião de Notas de sua preferência, verificando as custas com o Tabelião.

* Despesas com o(s) registro(s) da(s) respectiva(s) Escritura(s) junto ao Serviço de Registro Imobiliário competente, confirmar as custas com o Tabelião.

* Recolhimentos de tributos relacionados com a Escritura, especialmente do ITBI – Imposto de Transmissão “Inter-Vivos” (quando compra e venda – O cliente deverá apresentar no ato da assinatura da escritura, a guia de ITBI devidamente recolhida junto a Prefeitura Municipal); bem como, as taxas de reaparelhamento do judiciário (se houver), e do Laudêmio (quando tratar-se de imóvel foreiro); o proprietário do imóvel deverá requerer junto aos órgãos competentes, as Guias de Pagamento dos referidos tributos e quitá-los com recursos próprios, – podendo ser ressarcido com recursos da carta de crédito desde que, informe o valor utilizado e a carta de crédito tenha recursos suficientes.

* Despesas decorrentes de reconhecimento das assinaturas (firmas) das partes envolvidas na Escritura – com recursos próprios.

* Quando qualquer parte envolvida na transação for representada por procurador, solicitar previamente, o respectivo “modelo específico” da PROCURAÇÃO a ser outorgada para a administradora, a qual só será admitida por instrumento público, posteriormente nos enviar para análise da extensão dos poderes outorgados e validade da mesma. Se a data da outorga do instrumento em referência não for “atual” (até 90 dias da data da emissão), apresentar “certidão atualizada” do mesmo, a ser obtida junto ao Cartório onde foi lavrado.

* Em caso de menores “vendendo” será necessário o competente Alvará Judicial autorizando o ato, informando dados da conta onde deverá ser feito o depósito do pagamento pela venda do bem;

* Em caso de menores comparecendo como “Interveniente Anuente”, será necessário o competente Alvará Judicial, autorizando o ato;

* Em caso de “Espólio” vendendo, além das certidões normais do vendedor, será necessário a apresentação das certidões com a grafia de Espólio, bem como a apresentação do competente Alvará Judicial, informando dados da conta onde deverá ser feito o depósito do pagamento pela venda do bem.

 

Visando resguardar a segurança da operação, fica a critério da Administradora o direito de solicitar documentos adicionais.

 

FATURAMENTO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES

 

Veículos 0 km ( zero kilômetro )

  • Cadastro aprovado
  • Pedido de faturamento original (formulário em anexo)
  • Uma via original da NF de saída ( 3º ou 4º ) contendo o grupo e cota
  • Carta com os dados bancários da revenda


Veículos Usados ( Agencia ou Concessionaria )

  • Cadastro aprovado
  • Laudo do veículo aprovado
  • Pedido de faturamento original
  • Uma via original da NF de saída ( 3º ou 4º ) contendo o grupo e cota
  • DUT já transferido com alienação à RODOBENS ADM. DE CONSÓRCIO LTDA.
  • Carta com os dados bancários da Revenda


Veículos Usados ( Particular )

  • Cadastro aprovado
  • Laudo do veículo aprovado
  • Pedido de faturamento original
  • Cópia do recibo de compra e venda do veiculo, assinado e com firma reconhecida
  • DUT já transferido com alienação à RODOBENS ADM. DE CONSÓRCIO LTDA.
  • Carta com os dados bancários do vendedor do veiculo